Vacinação contra Covid-19 é ampliada para maiores de 52 anos em Cruzeiro do Sul

Pessoas com segunda dose de Coronavac atrasada poderão completar a imunização nesta terça-feira (22)


0
Policial de Cruzeiro do Sul foi vacinada (Foto: Divulgação/BM)

Desde a última quarta-feira (16), moradores de Cruzeiro do Sul, maiores de 52 anos  podem agendar a aplicação da vacina contra Covid-19, junto aos postos de saúde. O posto do Centro atende pelo telefone 3764 1309 e o ESF pelo 3764 2799.

Paralelamente, continuam sendo vacinados caminhoneiros profissionais que deverão provar vínculo empregatício ou propriedade do caminhão, no caso dos autônomos; gestantes e puérperas com comorbidades independente da idade; pessoas com síndrome de down e doença renal crônica, maiores de 18 anos; pessoas com comorbidades (conforme lista de doenças) e pessoas com deficiência cadastradas no Beneficio de Prestação Continuada (BPC). Também foram vacinados os professores de todas as redes de ensino. Desde o início da pandemia até esta segunda (21), 4250 pessoas receberam a vacina contra a Covid na primeira dose e 1942 na segunda dose.

Pessoas com a CoronaVac em atraso serão vacinadas nesta terça-feira

A Administração Municipal de Cruzeiro do Sul, por meio da Secretaria da Saúde, informa que na próxima terça-feira (22), estarão sendo aplicadas vacinas contra a Covid-19, da CoronaVac, para as pessoas que estão com a segunda dose em atraso. No total serão disponibilizadas 390 doses. Os beneficiários deverão se dirigir ao Parque Poliesportivo Municipal, no Centro, das 10h às 16h. É necessário apresentar carteira de vacinação ou comprovante da primeira dose, um documento com CPF e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Muitas pessoas veem a vacina como um “passe livre” para não usar mais as máscaras e participar de aglomerações, o que é muito preocupante. Sabemos que os imunizantes são seguros e eficazes contra a covid19, reduzindo as chances do adoecimento e diminuindo a transmissão da doença na sociedade, mas infelizmente não podemos extinguir o uso da máscara como está sendo feito em alguns países, como nos EUA, que já vacinaram grande parte da população. No Brasil, ainda não atingimos uma porcentagem alta de pessoas com o esquema vacinal completo, então é importantíssimo continuar usando máscara”, salientou a secretária Patricia Haenssgen. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui