Vacinação da Gripe imuniza primeiras crianças e gestantes, em Estrela

Município abriu nesta quarta-feira o calendário aos novos grupos 


0
Foto: Rodrigo Angeli/Prefeitura de Estrela

A primeira etapa da 23ª Campanha de Vacinação contra o vírus Influenza – responsável pela Gripe foi aberta em todo o Rio Grande do Sul, na segunda-feira (12), com os primeiros grupos prioritários, definidos pela comissão de saúde do Governo Estadual. Em Estrela foi dado início nesta quarta-feira (14) à vacinação de gestantes, puérperas e crianças maiores de seis meses e menores de seis anos, que se estenderá até dia 10 de maio. A procura foi intensa, principalmente por parte dos pais.

A vacinação no município começou já na terça-feira (13), esta restrita a profissionais da saúde, no Hospital Estrela, para funcionários deste, de clínicas e laboratórios. Já gestantes e puérperas são atendidas no Centro de Atendimento Materno-infantil (Cami), na Rua Geraldo Pereira, nº 445, Bairro Alto da Bronze, ao lado do Hospital, das 8h às 12h e das 13h às 16h30.

Letícia Horn (23) foi uma das primeiras gestantes vacinadas, mas isso graças a intervenção da equipe do Cami. “Eu não sabia da vacinação da gripe. Vim aqui fazer outro exame. A equipe de enfermeiras que me alertou. Ainda bem”, relatou ela, no terceiro mês de gestação. Já Andressa Cristiane Tressoldi Lafer (29), 38 semanas de gestação, mora no Bairro Cristo Rei. Mesmo com a proximidade com o Cami, não quis perder tempo, e também foi uma das primeiras vacinadas.

Giovana Salete Witkoski (31) teve duplo cuidado. Com 32 semanas de gestação, foi logo buscar sua imunização. À tarde, também cedo, foi levar a outra filha, Sophia, para levar a leve picada. Um pouco de choro da pequena, mas logo tudo estava superado. Já Ingrid Hauschild, mesmo sem precisar fazer a vacina, sofria mais que a filha Maya Camile, de apenas nove meses, que não entendia nada do que se passava. “Tomara que ela não sofra muito. Vai ter alguma reação?”, perguntou às enfermeiras, para então receber as orientações. Vale destacar que as crianças que nunca realizaram a vacina da gripe precisam retornar em um mês para fazer a segunda dose.

A segunda etapa da Gripe, agendada para ocorrer entre 11 de maio e 8 de junho, contemplará idosos com 60 anos ou mais e professores. A terceira etapa, a partir do dia 9 de junho, visa a imunização de pessoas com comorbidades e deficiências permanentes; caminhoneiros; trabalhadores de transporte; portuários; das forças de Segurança, Salvamento e Forças Armadas; funcionários do Sistema de Privação de Liberdade; além da população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas O conhecido “Dia D” será realizado conforme oferta/disponibilidade de vacinas, ainda sem data estipulada.

Entre as orientações gerais, está a que pede para que pessoas com sintomas gripais adiem a aplicação da vacina para quatro semanas após início dos sintomas; assim como pessoas com PCR Covid positivo. Já aquelas que receberam a vacina Covid: Coronavac – aguardar 15 dias após a segunda dose; AstraZeneca: aguardar 15 dias da primeira ou segunda dose. Mas a vacina Influenza pode ser feita concomitante com as demais vacinas. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui