Vale do Taquari é classificado como bandeira vermelha pela terceira semana seguida

Esporte coletivo amador e festas permanecem proibidos; Amvat não recorrerá


0
Foto: Governo do RS

A região de Lajeado (formada pela maioria dos municípios do Vale do Taquari)  foi classificada pela terceira semana seguida como bandeira vermelha no Modelo de Distanciamento Controlado do Governo do Rio Grande do Sul. A informação foi divulgada no fim da tarde desta sexta-feira (11) na 32ª rodagem das bandeiras.

O Vale recebeu a quinta melhor nota (média ponderada) entre todas as 21 regiões Covid do Rio Grande do Sul. A nota dada à região foi 1,96 – 0,37 a menos do que na última semana – quando teve a pior nota do estado: 2,33. Pela primeira vez, duas regiões do RS receberam bandeira preta. As duas são da zona sul: Bagé (2,66) e Pelotas (2,54). Cabe recurso e o mapa definitivo será apresentado na tarde da próxima segunda-feira (14). Para chegar na bandeira vermelha é preciso atingir a nota 2,49, que foi a nota dada para a região de Caxias do Sul nesta sexta.

A Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) não encaminhará recurso para tentar mudar a cor da bandeira para o laranja, por entender que não há sustentação para diminuir a nota para 1,50.

Assim como nas duas últimas semanas, os setores de comércio, indústria e serviços seguem podendo atuar, com restrições de número de funcionários e de atendimento até as 20h. O comércio pode atender com 50% dos trabalhadores. Bares, restaurantes e similares podem atender até as 22h com 50% da lotação.

Sem festas e esportes amadores

Com a bandeira vermelha todos os esportes coletivos amadores seguem proibidos. Outro setor muito afetado é o de eventos. Teatros, auditórios, casas de espetáculos, casas de show, circos e similares, cinemas, feiras e exposições corporativas e comerciais, seminários, congressos, convenções, simpósios e similares, casas de festas, casas de shows, casas noturnas, bares e pubs ou similares (em ambiente fechado, com público em pé), eventos sociais e de entretenimento em ambiente aberto, clubes sociais, esportivos e similares (incluindo quadras) não podem abrir.

Segundo a assessoria de imprensa do Governo do RS, só podem ocorrer atividades nestes setores depois de duas semanas sem bandeira final vermelha ou preta.

17 municípios da região podem seguir na bandeira laranja

A cogestão está suspensa então não há setores que poderão seguir restrições de bandeira laranja. Entretanto, 17 municípios da região estão na regra 0-0 e por não ter nenhum óbito ou internação por Covid-19 nos últimos 14 dias, e podem adotar as regras de bandeira laranja. São os casos de Anta Gorda, Boqueirão do Leão, Capitão, Coqueiro Baixo, Dois Lajeados, Doutor Ricardo, Fazenda Vilanova, Ilópolis, Muçum, Nova Bréscia, Poço das Antas, Pouso Novo, Putinga, Santa Clara do Sul, São José do Herval, Sério e Travesseiro.

Números da Covid-19 na semana no Vale do Taquari

Na semana de 4 a 10 de dezembro, utilizada na 32ª rodada do programa, a região de Lajeado teve 1.132 casos e sete mortes. No período anterior, de 27 de novembro a 03 de dezembro, em que recebeu bandeira vermelha, foram 1.006 infectados e cinco óbitos. Os números apontam um aumento de 12% nos casos e de 40% nos óbitos.

Leitos de UTI

Dos 65 leitos de UTI disponíveis no Vale do Taquari, 47 (72,3%) estavam ocupados às 14h desta sexta-feira. Eram 20 pessoas em leitos de UTI geral (42,6%), sem ligação com a Covid-19, 21 com confirmação de coronavírus (44,7%) e seis com suspeita do vírus (12,8%). Na sexta-feira anterior eram 51 (78,5%), sendo 20 com confirmação de coronavírus (43,5%).

Texto: Ricardo Sander
ricardosander@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui