Vale do Taquari registra cinco óbitos e 222 novos casos de Covid-19 nesta quarta

Às 15h30 desta quarta, a taxa de ocupação dos leitos de UTI da região era de 97,3%


1
Foto: Reprodução / Shutterstock

A Secretaria de Saúde do Estado (SES) do Rio Grande do Sul informou cinco óbitos e 222 novos casos de Covid-19 entre moradores de municípios do Vale do Taquari, nesta quarta-feira (07). As cinco mortes informadas pelo Estado nesta quarta foram de:

-Uma mulher de Teutônia, 27 anos, óbito na sexta-feira (3);
-Um homem de Arroio do Meio, 77 anos, óbito em 31 de março;
-Um homem de Encantado, 48 anos, óbito na segunda-feira (5);
-Uma mulher de Nova Bréscia, 65 anos, óbito na quinta-feira (2);
-Uma mulher de Doutor Ricardo, 82 anos, óbito na terça-feira (6).

Os 222 novos casos informados nesta quarta, para 20 municípios do Vale do Taquari, representam 5,6% dos 7.061 casos do Estado. O município que mais registrou novas infecções na região foi Estrela, com 50, seguido de Arroio do Meio, com 29, e Imigrante, com 28. Também tiveram novos casos os municípios de Lajeado (25), Teutônia (24), Roca Sales (18), Encantado (15), Progresso (6), Arvorezinha (5), Anta Gorda (4), Nova Bréscia (4), Westfália (4), Bom Retiro do Sul (2), Poço das Antas (2), Capitão (1), Fazenda Vilanova (1), Doutor Ricardo (1), Travesseiro (1), Sério (1), e Pouso Novo (1).

Conforme a Secretaria Estadual da Saúde, a região chegou a um total de 37.175 casos registrados de coronavírus. Destes, 35.449 (95,3%) são considerados recuperados, e 1.098 (2,9%) considerados ativos. A taxa de letalidade é de 1,6% com 628 óbitos reconhecidos pelo Estado.

Leitos de UTI no Vale

O Vale do Taquari possui 76 leitos de UTI e 74 pacientes (97,3%) estavam internados às 15h30 desta quarta-feira (07). Destes, eram 22 pessoas em leitos de UTI geral (29,7%), sem ligação com a Covid-19; 48 com confirmação de coronavírus (64,9%) e quatro com suspeita (5,4%).

O Hospital Bruno Born, de Lajeado, tem 41 leitos de UTI Covid, sendo que havia 40 pacientes internados (97,5%). Dos 19 leitos de UTI Adulto (paciente Covid pós isolamento), os 19 estavam ocupados (100%). Segundo o HBB, são 22 leitos de UTI Covid, e 21 estavam ocupados (95,4%). Destes, eram 20 confirmados para a doença (95,2%) e um com suspeita (4,8%).

O Hospital Estrela, em Estrela, dispõe de 20 leitos de UTI, sendo que havia 21 pacientes internados (105%). Eram 17 com confirmação para a doença (81%); três não Covid (14,3%) e um com suspeita (4,8%).

O Hospital de Caridade São José, de Taquari, tem 10 leitos de UTI, sendo que oito estavam ocupados (80%). Destes, seis com confirmação de coronavírus (75%), e dois com suspeita (25%).

Já o Hospital Beneficente Santa Terezinha, de Encantado, tem cinco leitos de UTI e tinha cinco pacientes (100%), sendo todos confirmados para a doença (100%).

Vacinação

Às 15h desta quarta (07), o Vale do Taquari tinha 52.831 pessoas vacinadas contra o coronavírus, segundo a Secretaria da Saúde do Estado Rio Grande do Sul. Como a população da região é de 366 mil habitantes, calcula-se que cerca de 14,4% dos moradores já receberam a primeira dose do imunizante. Destes, 11.231 já tiveram a segunda dose aplicada, ou seja, 3% dos habitantes da região.

Estado

O Rio Grande do Sul registra nesta quarta-feira (07), 243 óbitos informados pela Secretaria Estadual da Saúde. Assim, o RS chega a um total de 21.261 mortes em decorrência do coronavírus. Também foram contabilizados 7.061 novos casos, alcançando um total de 875.450. O número estimado de recuperados é de 839.406 (96%) e em acompanhamento 14.711 (2%).

Dos 3.410 leitos de UTI disponíveis no Rio Grande do Sul, 3.263 (95,7%) estavam com pacientes internados às 17h desta quarta. A taxa de mortalidade é de 186,9 por 100.000 habitantes e a letalidade aparente é de 2,4 %. Além disso, o Rio Grande do Sul já tem 1.398.753 pessoas vacinadas com a primeira dose e 324.716, com a segunda dose. RC

Brasil

Em 6 de abril de 2021, o Brasil bateu um recorde trágico na pandemia, com 4.195 mortes por Covid registradas em 24 horas. É mais que o dobro do registrado um mês antes. Apenas os Estados Unidos superam essa marca. O patamar brasileiro de mortes em apenas um dia é tão alto que supera o que 133 países registraram, separadamente, durante um ano inteiro de pandemia.

O Brasil tem 212 milhões de habitantes. Estes 133 países somam 1,9 bilhão de pessoas. Nesse grupo há de tudo um pouco. Em comparação ao Brasil, há nações com quase a mesma população (Nigéria, com 206 milhões), 30 países com mais de 20 milhões de habitantes, 44 com maior índice de desenvolvimento humano (IDH), 33 com mais idosos, 49 com mais diabéticos. São dados oficiais levantados pelo site Our World in Data, da Universidade de Oxford. Fonte: G1

Texto: Maria Eduarda Ferrari
producao@independente.com.br

1 comentário

  1. É TERRÍVEL A SITUAÇÃO DA PANDEMIA NO BRASIL… É DE DAR MEDO..TUDO PORQUE NOSSO PRESIDENTE NUM PRIMEIRO MOMENTO SIMPLESMENTE SE OMITIU…FALOU QUE ERA UMA GRIPEZINHA..POIS A GRIPEZINHA JÁ MATOU MAIS DE 350 MIL BRASILEIROS???

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui