Região soma mais 825 casos de dengue, resultando em 4,2 mil no ano

Agora, a região possui 4.251 casos confirmados do vírus, o que representa um aumento de 446,4% se comparado aos 778 casos confirmados do ano passado


0
Imagem ilustrativa do Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue (Foto: Pixabay)

O boletim epidemiológico da 19ª Semana Epidemiológica, divulgado nesta sexta-feira (13) pela Vigilância Epidemiológica da 16ª Coordenadoria Regional de Saude, registrou um aumento de 825 casos de dengue na região, o maior do ano. Agora, o Vale do Taquari possui 4.251 casos confirmados do vírus, o que representa um aumento de 446,4% se comparado aos 778 casos confirmados do ano passado.

Dos casos confirmados, 48 necessitaram de internação hospitalar e 17 casos evoluíram para dengue com sinais de alarme e um óbito, de um jovem de 13 anos, morador de Lajeado, foi registrado. As confirmações são principalmente dos municípios de Lajeado (2.118), a cidade com mais casos do Rio Grande do Sul, Arroio do Meio (738) e Estrela (374). Há também casos em Colinas (136),Santa Clara do Sul (38), Travesseiro (26), Bom Retiro do Sul (17), Capitão (15), Cruzeiro do Sul (14), Progresso e Teutônia (11), Marques de Souza (6), Fazenda Vilanova (4), Taquari (3), Encantado e Muçum (2) e Forquetinha, Putinga, Roca Sales, Imigrante, Sério e Anta Gorda (1).

Na semana passada, a região contava com 3.426 casos confirmados, ou seja, um aumento de 24%. 30 casos de Estrela, nove de Capitão, quatro de Teutônia e Cruzeiro do Sul, dois em Arroio do Meio e Colinas e um de Travesseiro, Bom Retiro do Sul, Marques de Souza, Progresso, Fazenda Vilanova, Santa Clara do Sul, Roca Sales,Anta Gorda, Imigrante, Muçum e Sério são importados, ou seja, foram contraídos por pessoas que realizaram alguma viajem.

Além disso, a região da 16ª Coordenadoria Regional de Saúde, com sede em Lajeado, tem 1.177 casos em investigação em 28 municípios. Sendo que os que mais possuem são Lajeado, com 504, 154 em Teutônia, 96 de Estrela e 84 em Encantado. Até o momento, 351 casos foram descartados na região.

Texto: Vinicius Mallmann
regional@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui