Vale do Taquari tem 57 novos casos de Covid-19 nesta sexta-feira

Ao todo, segundo o Estado, 3.246 moradores da região já testaram positivo para a doença. A recuperação é de quase 90%.


0
Foto: Reprodução / Freepik GI

Cinquenta e sete novos casos de Covid-19 foram atribuídos ao Vale do Taquari nesta sexta-feira (3), pela Secretaria Estadual da Saúde. Os pacientes estão distribuídos entre dez municípios. Com isso, segundo o Estado, 3.246 moradores da região já testaram positivo para a doença, ou seja, 0,90% da população estimada do Vale, que é de 360 mil pessoas. A recuperação entre os infectados é de 89,9%.

Tiveram casos informados nesta sexta-feira os municípios de Encantado (24), Tabaí (13), Lajeado (cinco), Paverama (quatro), Taquari (três), Teutônia (três), Arroio do Meio (dois), Bom Retiro do Sul (um), Cruzeiro do Sul (um) e Roca Sales (um). Teutônia teve um caso excluído por duplicidade, totalizando 309 confirmações.

Lajeado, que tem 1.650 infecções da doença confirmadas pelo Estado, é o terceiro município gaúcho em número absoluto de casos. Em primeiro está Porto Alegre, que tem 2.884 confirmações (110 apenas nesta sexta-feira). Depois aparece Passo Fundo, com 1.996 pacientes, sendo 48 nas últimas 24 horas. A diferença de Lajeado para o terceiro colocado é de 346 casos. Já para o quarto, Bento Gonçalves, de 213 pessoas.

Em proporção, a liderança é de Nova Araçá. O município tem aproximadamente 4,7 mil habitantes e soma, até esta sexta-feira, 447 testes positivos. A incidência é de 9.392,7 para cada 100 mil habitantes. Em segundo lugar está Poço das Antas, com proporcionalidade de 2.621,5 infecções a cada 100 mil moradores. São 55 casos confirmados, contra cerca de dois mil habitantes. Lajeado é o terceiro colocado neste índice, com proporção de 1.964 a cada 100 mil habitantes.

Conforme boletim da Prefeitura de Lajeado, divulgado nesta sexta-feira, há 1.675 testes positivos – 25 a mais do que o número repassado pelo Estado. Ocorre que os testes positivos são primeiro informados para a administração, que depois os replica ao Estado. Por isso pode haver demora na atualização. Os quatro testes positivos de apenados do Presídio Estadual de Lajeado já estão contabilizados. Ainda segundo a Prefeitura são 1.607 recuperados (95,4%), 23 ativos (1,3%) e 22 pessoas que faleceram (1,3%).

Dos 3.246 testes positivos que o Vale do Taquari já teve, 2.921 é de pessoas recuperadas (89,9%), 279 ativas, ou em tratamento (8,5%), e 46 óbitos (1,4%). O Rio Grande do Sul tem 30.371 testes positivos (1,2 mil no dia). O número estimado de recuperados é de 24.673 (81%), em acompanhamento são 5.008 (16%) e 690 óbitos sendo 27 deles registrados nesta sexta-feira. A mortalidade é de 6,1% a cada 100 mil habitantes e a letalidade aparente de 2,3%, segundo o estado.

O Brasil tinha 62.304 mortes por coronavírus e 1.508.991 casos confirmados até as 13h desta sexta-feira, conforme feito por um consórcio de veículos de imprensa, a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. A letalidade é de 4,1%. Um boletim do Ministério da Saúde é esperado para as 18h30.

Leitos de UTI

Dos 65 leitos de UTI nos hospitais do Vale do Taquari, 36 estão ocupados, ou seja, 55,3%. Quatorze das 36 pessoas da Unidade de Terapia Intensiva, ou 38,8 % delas, estão em espaços Covid-19, sejam suspeitas ou confirmadas para a doença. Oito estão com a confirmação do vírus e seis com suspeita. Outras 22 pessoas estão em UTI normal, sem contaminação pelo coronavírus.

O Hospital Bruno Born, de Lajeado, tem 30 leitos de UTI, sendo 19 ocupados na tarde desta sexta-feira (63,3%). Seis são de pacientes na UTI Covid e 13 na UTI Adulta. O Hospital Estrela, em Estrela, dispõem de 20 leitos de UTI. Quatorze estão ocupados (70%). São nove na UTI Adulta e cinco na UTI Covid-19.

O Hospital Beneficente Santa Terezinha, de Encantado, tem cinco leitos de UTI. Há duas pessoas ocupando leito Covid, com suspeita da doença, representando 40% da capacidade. Já o Hospital de Caridade São José, de Taquari, tem um internado na UTI Covid com confirmação do vírus. São dez leitos em Taquari, ou seja, 10% estão ocupados.

Texto:
Natalia Ribeiro / jornalismo@independente.com.br
Gabriela Hautrive / producao@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui