Vale do Taquari tem oito casos de covid-19 informados pelo Estado nesta segunda

Região não teve óbitos divulgados; Leitos de UTI estão com 52,3% de ocupação


0
Foto: Divulgação

A Secretaria Estadual da Saúde contabilizou oito novos casos de covid-19 para o Vale do Taquari nesta segunda-feira (20), feriado Farroupilha. Novamente não houve registros de óbitos para a região.

Foram informados novos casos para Teutônia (3) e Lajeado, Encantado, Roca Sales, Arvorezinha e Doutor Ricardo (1). Conforme o Estado, a região chegou a um total de 48.127 casos registrados de coronavírus. Destes, 47.103 são considerados recuperados (97,9%), além de 173 (0,4%) casos ativos. A taxa de letalidade é de 1,7%, com 851 óbitos reconhecidos pelo Estado.

Leitos de UTI no Vale

O Vale do Taquari possui 65 leitos de UTI e 34 pacientes estavam internados às 13h desta segunda, o que representa 52,3% de ocupação. Eram 26 pessoas em leitos de UTI geral (76,5%), sem ligação com a covid-19, duas com suspeita (5,9%) e outras seis com confirmação de coronavírus (17,6%).

O Hospital Bruno Born, de Lajeado, tem 30 leitos de UTI, sendo 19 ocupados (63,3%). Eram 18 pacientes na UTI Adulta não covid (94,7%) e um com a confirmação da doença (5,3%).

O Hospital Estrela, em Estrela, dispõe de 20 leitos de UTI, sendo que havia oito pacientes internados (40%). Todos sem relação com a covid-19 (100%).

O Hospital de Caridade São José, de Taquari, tem 10 leitos de UTI, sendo que quatro estavam ocupados (40%), dois com suspeita (50%) e dois com confirmação de covid-19 (50%).

Já o Hospital Beneficente Santa Terezinha, de Encantado, tem cinco leitos de UTI e tinha três pacientes internados (60%), todos com a confirmação da doença (100%).

Vacinação

Conforme consta no “Vacinômetro”, ferramenta disponibilizada pela Secretaria da Saúde do Estado Rio Grande do Sul, o Vale do Taquari tinha 263.990 pessoas vacinadas contra o coronavírus às 17h desta sexta. Como a população da região é de 368.453 mil habitantes, calcula-se que cerca de 71,6% dos moradores já receberam ao menos uma dose do imunizante. Destes, 254.424 receberam a primeira dose (69%), 151.652 já tiveram a segunda dose aplicada, ou seja, 41,1% dos habitantes da região e 9.566 receberam uma dose única (2,6%), totalizando 161.218 pessoas com o ciclo vacinal completo (43,7%). Desde a última quinta-feira (16), foram contabilizadas mais 534 pessoas vacinadas com a 1ª dose e 1.819 com a 2ª dose.

Estado

O Rio Grande do Sul registrou nesta segunda-feira (20), dez óbitos e 311 novos casos de covid-19. O Vale do Taquari teve oito novos casos e não registrou novos óbitos pela doença. Agora, o Estado chega a um total de 1.428.983 casos confirmados. Desses, 1.388.975 são considerados recuperados (97,2%); 5.314 são casos ativos (0,4%); e 34.607 pessoas morreram em decorrência do coronavírus (2,4%).

Leitos

Às 13h desta segunda (20), 56,9% dos leitos de UTI do estado estavam ocupados. Eram 1.878 pacientes para 3.301 leitos disponíveis.

Vacinação

Rio Grande do Sul já tem 7.937.433 pessoas vacinadas com a primeira dose da vacina contra a covid, o que representa 69,2% dos 11.466.6https://independente.com.br/rs-tem-dez-obitos-e-311-novos-casos-de-covid-19-no-feriado-farroupilha/30 habitantes gaúchos. Desses, 4.732.372 já receberam a segunda dose (41,2%); e 300.852 receberam dose única (2,6%), o que representa 43,7% da população com ciclo vacinal completo.

Brasil

Segundo o site G1, o Brasil registrou neste domingo (19) 239 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de óbitos chegando a 590.786 desde o início da pandemia. É o menor número de mortes registradas em um dia desde 22 de novembro de 2020 (quando tivemos 181 vítimas). Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 558 –acima da marca de 500 pelo sexto dia seguido. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -8% e aponta tendência de estabilidade pelo quinto dia, após 22 dias seguidos em queda.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 21.236.761 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 9.172 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 34.282 diagnósticos por dia, o que resulta em uma variação de +64% em relação aos casos registrados na média há duas semanas, passando a indicar tendência de alta.

A média móvel de casos vinha em sequência de queda por 18 dias seguidos, se aproximando de 15 mil diagnósticos diários, mas saltou para acima de 34 mil nos últimos dias devido à inserção de dezenas de milhares de casos represados após um ajuste no sistema que concentra esses dados. Ao longo de três dias na última semana, RJ e SP incluíram juntos mais de 150 mil registros de casos por conta desse problema, o que resultou nesse salto na média.

Em seu pior momento a curva da média móvel nacional chegou à marca de 77.295 novos casos diários, no dia 23 de junho deste ano.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h deste domingo. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Texto: Ricardo Sander
ricardosander@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui