Vale do Taquari terá R$ 950 mil destinados para a Consulta Popular

Três propostas irão constar na cédula de votação, que ocorre de 22 a 30 de novembro


0
Foto: Artur Dullius

O Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat) realizou uma assembleia regional de lançamento da Consulta Popular 2021. O evento aconteceu durante a manhã desta segunda-feira (13), no auditório do prédio 11 da Univates. Durante a consulta, a população define diretamente parte dos investimentos e serviços que constarão no orçamento do Estado.

Para o ano de 2022, o governo destinou um total de R$ 30 milhões para todo o Rio Grande do Sul. O valor é 50% maior do que o direcionado para o programa em 2020. Destes recursos, R$ 942 mil foram disponibilizados para o Vale do Taquari.


ouça a reportagem

 


Segundo o presidente do Codevat, Luciano Moresco, há 10 anos eram discutidos valores até oito vezes maiores. “Tivemos esse encontro para definir o cronograma de atuação com vistas de finalizar, lá em novembro, a escolha do projeto que vai ser bancado para a nossa região”, explica.

Em formato inovador e digital, a nova Consulta Popular estadual irá ocorrer por meio do aplicativo Colab. O sistema permite que qualquer cidadão envie propostas para cada uma das 28 regiões do Estado. No total, três projetos irão para a cédula de votação do Vale do Taquari, sendo um deles oriundo do aplicativo e os outros dois definidos em assembleias do Codevat.

“Essa questão do aplicativo é sim uma novidade. Nós vamos ter que nos adaptar a ela, mas esperamos que isso permita, de fato, que a sociedade participe. Uma sociedade participativa e integrada para as questões políticas regionais e econômicas é fundamental para o avanço de uma comunidade”, afirma Moresco.

Presidente do Codevat, Luciano Moresco (Foto: Artur Dullius)

Das propostas apresentadas pela população no aplicativo, a mais votada/curtida será inserida na cédula. Os projetos podem ser incluídos no sistema até o dia 12 de outubro e devem ter abrangência regional. “Vários projetos importantes e conquistas da região passaram pela Consulta Popular, e uma dessas grandes conquistas foi a da unidade do Polo da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) de Encantado, além de outras questões muito importantes ao longo deste tempo”, lembra o presidente do Codevat.

Ele destaca ainda que não podem integrar a cédula de votação propostas relacionadas a área de educação, saúde e segurança pública. “São ações diretas de governo, eles não podem se abster de tratas essas questões. Então, essas três áreas prioritárias foram tiradas para que outras áreas como turismo, agricultura e meio ambiente pudessem receber um olhar regional”, pontua.

Assembleia de lançamento da Consulta Popular 2021 aconteceu no auditório do prédio 11 da Univates (Foto: Artur Dullius)

A votação da consulta popular ocorrerá de 22 a 30 de novembro de forma online. Até o início do processo, o Codevat irá realizar novas assembleias para definir os projetos a servem votados. No entanto, os próximos encontros devem ser realizados de forma virtual.

Texto: Artur Dullius
reporter@independente.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui