“Vamos falar menos de Lula e Bolsonaro e falar mais de Brasil”, diz Simone Tebet em visita a Porto Alegre

A pré-candidata do MDB à Presidência da República, também afirmou que o assistencialismo não serve mais para o Brasil


2
Pré-candidata concedeu entrevista coletiva na sede do MDB gaúcho (Foto: Joel Vargas)

Em passagem por Porto Alegre, a pré-candidata do MDB à presidência da República, Simone Tebet, concedeu entrevista coletiva à imprensa na sede do Diretório Estadual no início da tarde desta quinta-feira (5). Ao lado do pré-candidato ao Governo do Estado, Gabriel Souza, e do presidente do partido, Fábio Branco, entre outras lideranças emedebistas gaúchas, Simone Tebet defendeu o “time da democracia”.

Ao responder às perguntas dos jornalistas, Simone Tebet disse que o assistencialismo não serve mais para o Brasil. Argumentou que é preciso qualificar o jovem e o trabalhador para que essas pessoas sejam incluídas no setor produtivo e, respectivamente, na economia.

“O assistencialismo é importante, mas com porta de saída. É papel da União investir e cuidar. O lugar da criança e do jovem é na mesa do presidente da República, com toda a transversalidade. Isso significa fazer um projeto de futuro, onde os governos passam e o projeto fica”, e arrematou: “Vamos falar menos de Lula e Bolsonaro. Vamos falar mais de Brasil”.

Ela elogiou o pioneirismo político e administrativo do Rio Grande do Sul. Ao lado de Gabriel, enalteceu a capacidade de o estado ter jovens talentos políticos, citando o ex-governador Eduardo Leite (PSDB), e o pré-candidato do MDB ao Piratini.

Disse que, sendo ela presidente da República, o Rio Grande do Sul poderá contar com o seu governo para se transformar no “Vale do Silício brasileiro”, se referindo à região da Califórnia (EUA), reconhecida por abrigar muitas start-ups e empresas globais de tecnologia. “Cada região tem a sua potencialidade e particularidade, e unidos somos mãos fortes. Mas vocês estão numa posição estratégica pela fronteira e também pela vanguarda”.

Mencionando a realização da feira South Summit Brasil em Porto Alegre, declarou: “Vocês estão à frente, seja pelas cidades inteligentes, seja pela capacidade, único país do mundo a receber até agora a feira, que pela primeira vez sai da Espanha e escolhe o Brasil e o Rio Grande do Sul como morada”. A pré-candidata defendeu um pais mais moderno no mercado internacional, com condições de igualdade de disputa com grandes potências.

Presenças

A coletiva conduzida pelo presidente Fábio Branco contou com a presença, além dos ex-governadores Germano Rigotto e José Ivo Sartori e do pré-candidato Gabriel Souza, dos deputados federais Alceu Moreira (presidente nacional da FUG) e Giovani Feltes, do deputado estadual Beto Fantinel, do presidente eleito da Famurs, prefeito Paulinho Salerno, da presidente do MDB Mulher-RS, deputada Patrícia Alba, do ex-senador José Fogaça, do presidente do MDB-POA, Alexandre Borck, dos presidentes da Juventude Ivan Maurina (RS) e Norton Soares (nacional), da Cultura, Deodoro Gomes, da FUG-RS, Guto Scherer, entre outras lideranças. AI/RS

2 Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui