Vazamento expõe 100 milhões de celulares, incluindo o de Bolsonaro

Lista estava sendo vendida na deep web e poderia ser usada para fraudes.


0
| Foto: Marcelo Casal Jr / ABr / Divulgação CP

Um novo vazamento de dados na internet pode ter exposto mais de 100 milhões de contas de celular em fevereiro, segundo o Dfndr Lab (laboratório de segurança digital) da empresa de cibersegurança PSafe. Entre as informações vazadas, o número de celular do presidente Jair Bolsonaro e da apresentadora Fátima Bernardes.

A informação, divulgada inicialmente pelo site NeoFeed, é confirmada pelo jornal O Estado de S.Paulo. Segundo a PSafe, os dados eram oferecidos na dark web, para venda, desde 3 de fevereiro, e incluíam informações como CPF, número de celular, tipo de conta telefônica, minutos gastos em ligação e outros dados pessoais.

Ao todo, 102.828.814 contas foram vazadas e, a princípio, acredita-se que pertençam a usuários das operadoras Claro e Vivo. As duas empresas afirmaram, em nota ao NeoFeed, que desconhecem falhas no sistema e vazamento de informações de clientes.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui