Vazamento químico no Centro Aquático de Londres deixa vários feridos

Número de vítimas não foi divulgado até o momento, mas todas elas apresentam dificuldades respiratórias. Mais de 200 pessoas foram retiradas do local


0
Foto: Reprodução/Twitter / Ansa - Brasil

A Agência Internacional de Energia Atómica (Aiea), também na segunda-feira (23) adiantou que os trabalhadores ucranianos na Central de Chernobyl, que asseguravam as operações desde o início da invasão russa, em 24 de fevereiro, foram substituídos , no fim de semana, por outra equipe. Todo os profissionais são da localidade vizinha de Slavutych.

“O novo turno inclui dois supervisores, em vez de um habitual, para assegurar que há reserva disponível no local”, agregou a Aiea.

Já a agência das Nações Unidas citou entendimento firmado com os russos tendo em vista a organização das rotações de turnos.

Nesta quarta-feira (23), autoridades de Londres relataram um grande incidente químico no centro aquático do Parque Olímpico da cidade, com vários feridos e 200 pessoas evacuadas. O vazamento de um gás tóxico de cloro nas piscinas deixou inúmeras pessoas com dificuldades respiratórias.

Além da polícia, o corpo de bombeiros e mais 22 ambulâncias foram até o local em Stratford, leste de Londres, para prestar socorro e auxílio às vítimas.

O Serviço de Ambulâncias de Londres confirmou que as vítimas estão sendo tratadas no centro aquático, onde o incidente se desenrolou. O prefeito de Londres, Sadiq Khan, pediu às pessoas que evitem a área.

O Corpo de Bombeiros de Londres afirmou que estava lidando com relatos de um “incidente químico” e pediu aos moradores próximos que fechassem suas portas e janelas. A área do Centro Aquático foi isolada.

Testemunhas relataram, horrorizadas, que foram retiradas da piscina enquanto ainda usavam trajes de banho. Ao jornal MyLondon, uma das testemunhas disse que ainda estava na piscina quando o caos começou. “Eu estava na piscina. Todo mundo estava tossindo tentando cobrir a boca.”

O Centro Aquático foi inaugurado em 2012 para as Olimpíadas de Londres, mas agora está aberto ao público em geral. Tem duas piscinas de 50 metros e uma piscina de mergulho de 25 metros.

O gás cloro foi usado pelos alemães como arma na Primeira Guerra Mundial e pode ser fatal se inalado. As pessoas expostas podem sentir falta de ar, visão turva, dor em queimação no nariz, olhos e garganta e bolhas na pele.

Fonte: IG – Último Segundo 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui