Veículos elétricos poderão representar 33% das vendas globais até 2028, diz estudo

Transição é cheia de desafios: as matérias-primas de veículos elétricos custam mais que o dobro das usadas em modelos a combustão


0
Foto: Ilustrativa / Pixabay

As vendas de veículos elétricos poderão atingir 33% globalmente até 2028 e 54% até 2035, conforme a demanda acelera na maioria dos principais mercados, aponta a consultoria AlixPartners. Os veículos elétricos representaram menos de 8% das vendas globais em 2021, e pouco menos de 10% no primeiro trimestre deste ano.

Para apoiar essa demanda, montadoras e fornecedores planejam investimentos de pelo menos US$ 526 bilhões em veículos elétricos e baterias até 2026, disse a empresa em relatório anual. Isso é mais do que o dobro da previsão de investimento de US$ 234 bilhões para cinco anos, de 2020 a 2024.

A indústria de veículos enfrenta desafios econômicos e na cadeia de fornecedores durante a transição para a motorização elétrica. As matérias-primas de veículos elétricos também custam mais que o dobro das usadas em modelos a combustão: US$ 8.255 por veículo contra US$ 3.662 por veículo, base em valores de maio deste ano.

Segundo estimativas, o processo de eletrificação de automóveis custará aos fabricantes e fornecedores um total acumulado de US$ 70 bilhões até 2030.

A AlixPartners vê as restrições de fornecimento continuarem em 2024, e espera que as vendas totais de veículos em todo o mundo caiam para 79 milhões de unidades este ano, antes de subirem para 95 milhões em 2024.

Fonte: CNN

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui