Venâncio Aires confirma mortes de dois bugios por febre amarela

O Rio Grande do Sul não registrava a presença do vírus causador da febre amarela desde 2009


0
Foto: Daiana Nervo / Divulgação

A Prefeitura de Venâncio Aires confirmou nesta terça-feira (11) as mortes de dois bugios em decorrência de febre amarela. Os animais foram encontrados mortos, nos dias 22 e 27 de abril, em terrenos localizados em Picada Castelhano e Linha Estrela. O resultado do exame laboratorial que comprovou a causa-óbito dos macacos foi divulgado no final da tarde de ontem pela 13ª Coordenadoria Regional de Saúde.

A doença, entretanto, não é transmitida pelo macaco. Os casos servem apenas de alerta para o risco de transmissão por mosquitos. Na manhã desta terça-feira (11), a prefeitura de Venâncio Aires definiu a estratégia que usará para orientar a população a verificar sua situação vacinal.

O Rio Grande do Sul não registrava a presença do vírus causador da febre amarela desde 2009. Em janeiro, foi confirmada uma ocorrência em Pinhal da Serra, no Norte do estado, após a morte de um macaco. Desde então, outros municípios já confirmaram a presença do vírus, mas nenhum caso em humanos. AI/LF

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui