Vereador de Encantado apresenta projeto de lei para reduzir valor de custeio das viagens dos legisladores e servidores do município

Segundo Cris Costa, sobra até 50% do montante recebido. Proposta prevê redução da diária de R$ 944,00 para R$ 500,00, em viagens para fora do estado


0
Cris Costa, vereador de Encantado (PSDB) (Foto: Rodrigo Gallas)

O vereador de Encantado Cristiano Costa Bassani (PSDB), conhecido como Cris Costa, apresentou um projeto de lei para reduzir o valor de custeio das viagens dos legisladores e servidores do município. Segundo ele, passa de R$ 5 mil o valor recebido por um vereador de Encantado para ir a Brasília.

Hoje, para ir à Capital Federal, um vereador recebe R$ 944,00 por dia. Como a viagem dura cerca de três dias e meio, o valor é multiplicado por 3,5. O legislador ainda recebe passagem aérea e o valor gasto no deslocamento entre Encantado e Porto Alegre.

Para Cris Costa, é possível gastar até 50% deste valor, e foi o que ocorreu no seu caso. “Comprei 50 cestas básicas com o valor da sobra da minha viagem a Brasília e a Pato Branco”, conta. De acordo com o vereador, a retirada do valor deve ser realizada afim de evitar processo jurídico contra o órgão municipal, mas pode ser devolvido ao fim da viagem em forma de doação aos necessitados.

“Então eu fiz essa doação, e essa doação foi indigesta para alguns vereadores, principalmente, para a presidente da Câmara. Ela foi ao jornal, levou este caso à mídia, e disse que para o vereador, quando vai a Brasília, não sobra diárias, e eu descordei. Fui a tribuna e mostrei as minhas notas”, relata.

Foi por este motivo que Cris Costa resolveu apresentar um projeto de lei para diminuir o teto do custeio. A proposta foi apresentada em julho deste ano. No entanto, voltou a ganhar notoriedade agora devido a uma viagem polêmica envolvendo a presidente da Câmara de Vereadores do município, Andressa Yê (MDB).

Saiba mais:

O Projeto

A proposta apresentada por Cris Costa, em julho deste ano, prevê que o valor da diária para o deslocamento a municípios de fora do Estado seja limitado a R$ 500,00, com pernoite incluso. Já sem o pernoite, a importância custeada seria de R$ 250,00.

Clique AQUI e confira o projeto na íntegra.

Texto: Rodrigo Gallas
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui