Vereador que puxou facão para familiares de vereadora diz que agiu em legítima defesa; veja vídeo

Nas imagens é possível visualizar quando Léo Mota (PDT) entra em seu carro e dois homens da família de Ângela Bilhar (PP) tentam tirá-lo do veículo


1
Vereador de Fazenda VilaNova, Léo Mota (PDT) (Foto: Caroline Silva)

O vereador de Fazenda VilaNova, Léo Mota (PDT), diz que puxou o facão para familiares da vereadora Ângela Bilhar (PP) em legítima defesa. Um vídeo feito por câmeras de segurança em frente à Câmara de Vereadores mostra o momento da confusão. Nas imagens é possível perceber quando a filha da parlamentar, Angélica Bilhar, segue Mota até seu carro, ele entra no veículo e dois homens da família, um com uma criança, vão em sua direção e tentam tirá-lo do automóvel. Neste momento, o vereador disse que puxou o cortante. (Clique aqui e assista o vídeo).

“Quando acabou a sessão fui agredido verbalmente pela filha da vereadora, que pedia para que eu a agredisse. Quando entrei no carro, veio o marido dela e outro familiar e tentaram me tirar do carro e me agredir. Como eles tinham essa promessa, eu vim com um facão e puxei, mas não para nenhuma mulher e sim para os dois homens que tentaram me agredir”, conta.

O parlamentar diz ter feito boletim de ocorrência e que está se sentindo desconfortável devido aos ataques que vêm recebendo nas redes sociais após o ocorrido. “Quem está me taxando como um bandido deveria assistir o vídeo, porque tudo que fiz foi entrar no meu carro e tentar ir embora, mas eles tentaram me agredir”, defende.

O que diz a vereadora

Procurada pela reportagem da Rádio Independente, a vereadora diz que desde o início do ano vem sofrendo ataques do vereador, e que na sessão desta quinta-feira (16), sua família foi até o legislativo para prestigiá-la, pois era a eleição da nova mesa diretora, a qual ela concorreu como vice-presidente. “A minha filha, já cansada de ouvir ele me ofender, ao fim da sessão pediu para falar com ele, pois em outras ocasiões já discutiram por mensagem, ele não aceitou e começou a xingar ela dizendo que não queria falar. Foi em direção ao carro e puxou um facão para ela”, relata.

A parlamentar conta que é perseguida por Mota. “Quando entrei na Câmara pela primeira vez com uma colega, ele tentou nos intimidar dizendo que lá quem mandava era ele. Fiquei um tempo afastada por motivos de saúde e desde o meu retorno venho sofrendo ataques por parte dele, pois ele gostaria de que em meu lugar estivesse outra pessoa”, declara.
A vereadora também registrou boletim de ocorrência.

O que diz a filha da vereadora

A filha da parlamentar fala que não esperava essa atitude do vereador de puxar o facão. “Ficamos sem reação e chocados com aquilo, ele nos agrediu verbalmente e o facão estava erguido de frente para nós, e por isso decidimos buscar a justiça”, afirma.

Texto: Caroline Silva
jornalismo@independente.com.br

1 comentário

  1. O facão era para ele cortar melancia…….que nada de agredir. Com certeza iria comprar uma melancia e cortar com o facão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui