Vereadores aprovam pinturas de grafite em paradas de ônibus de Lajeado

Também foi aprovada a proposta de autoria da vereadora Ana da Apama (MDB) “Maio Laranja” como mês de prevenção ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescente


0
Sessão desta terça-feira (03) (Foto: Caroline Silva)

A Câmara de Vereadores de Lajeado aprovou dois importantes projetos na sessão ordinária desta terça-feira (03). Ambos são de autoria da vereadora Ana da Apama (MDB). A proposta que prevê arte de grafite em paradas de ônibus do município foi aprovada com unanimidade sob vários elogios dos parlamentares a vereadora.


OUÇA A REPORTAGEM


A lei municipal nº 10.418/2017 possibilitou a criação do concurso Arte na Cidade. A primeira edição do concurso foi lançada em setembro de 2019, e o projeto de lei busca ampliar as possibilidades de locais a receberem intervenções artísticas acrescentando as paradas de ônibus. A matéria é assinada também pelos vereadores Deolí Graff (PP), Heitor Hoppe (PP), Márcio Dal Cin (PSDB), Paula Thomas (PSDB) e Adriano Rosa (PSB).

Contudo, Marquinhos Schefer (MDB) observou que deve haver uma rigorosa fiscalização por parte da prefeitura para que as pinturas não sejam danificadas por vândalos. “É muito bonita arte, mas o que me preocupa é o vandalismo. Teria que haver uma maior fiscalização para que não fique feia nossa cidade”, provoca.

Marquinhos Schefer (MDB) (Foto: Caroline Silva)

Já Heitor Hoppe (PP) levantou outra questão. O vereador falou que se preocupa com a manutenção das pinturas. “Precisamos ter cuidado porque uma pintura quando é nova é muito bonita, mas não podemos criar uma poluição visual. Se enchermos nossa cidade de pintura, a prefeitura vai ter que dar um jeito de manter uma boa pintura”, declara.

Heitor Hoppe (PP) (Foto: Caroline Silva)

Mas Alex Schmitt (PP) viu de outra forma. Para o parlamentar, a arte inibe o vandalismo. “É aquela história da teoria das janelas quebradas. No momento que temos um equipamento público bonito e bem cuidado acaba inibindo algum tipo de ação prejudicial”, comenta.

Alex Schmitt (PP) (Foto: Caroline Silva)

Maio Laranja

Outro projeto aprovado foi o também de autoria da vereadora Ana da Apama, que institui o Maio Laranja, a ser comemorado anualmente como mês de prevenção ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes em Lajeado. A proposta recebeu um voto contrário de Alex Schmitt. O vereador elogiou o projeto, mas disse que deve haver políticas públicas. “Não pelo mérito da preposição, mas por uma convicção pessoal que tenho, a lei simplesmente reconhecendo determinado tema ou outro, ela por si só não alcança os resultados, é importante que tenhamos políticas públicas implementadas em ações pelo executivo”, declara.

Ana respondeu ao comentário de Alex. A proponente do projeto disse que para ela, propostas como a sua fazem parte de políticas públicas. “Para mim essa campanha ou outras que se faça para discutir assuntos como este, fazem parte das políticas públicas. Para mim isso é construção política”, defende.

Ana da Apama (MDB) (Foto: Caroline Silva)

Sérgio Kniphoff (PT) foi a favor da proposta, e mencionou o caso do menino de 7 anos jogado pela própria mãe no Rio Tramandaí, em Imbé. “Na semana que tivemos uma criança sendo jogada em um rio, não temos como não falar de violência contra criança. Quanto mais a gente fale, mais chama atenção das pessoas de buscar a prevenção. Nem que seja uma semana no ano, mas que temos que ter um momento de reflexão”, ressalta.

Sérgio Kniphoff (PT) (Foto: Caroline Silva)

Texto: Caroline Silva

jornalismo@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui