Vereadores solicitam presença de autoridades da Corsan para solução da falta de água

Na segunda sessão do ano, legislativo adiou votação do projeto de instalação e uso de Parklet em Lajeado


1
Vereadores assinaram ofício solicitando a presença de autoridades da Corsan (Foto: Caroline Silva)

O problema da falta de água em Lajeado voltou a ser debate na Câmara de vereadores de Lajeado na sessão desta terça-feira (12). Foi motivo também do vereador Márcio Dal Cin (PSDB) enviar um ofício solicitando a presença no legislativo do secretário Estadual do Meio Ambiente, presidente Estadual da Corsan, diretor de operações da Corsan e do gerente da Corsan de Lajeado. O documento foi assinado por todos os parlamentares.

“Estamos encaminhando este ofício a fim de que compareçam a essa Câmara para que nos apresente um plano de ação para os problemas constantes da falta de água em Lajeado. Que nos apresente uma solução da parte de saneamento básico também”, disse Dal Cin.

Embora também tenha assinado o documento, Sérgio Kniphoff (PT) lembrou que está já foi uma tentativa sem sucesso da ex-vereadora Mariela Portz (PSDB). “Estamos vivendo um momento trágico na cidade. Tomara que o Márcio tenha sucesso porque a sua vereadora antecessora não teve”, comentou.

Lorival Silveira (PP) disse que os vereadores precisam pedir apoio também de deputados para solucionar o problema. “Estou pedindo que o presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo (PP) intervenha junto a Corsan. Temos que ir além da Câmara. Sabemos que muitas pessoas aqui já solicitaram melhorias e nada foi resolvido. Temos que ter força política frente a Corsan”, salientou. Conforme ele, Ernani fez quase 600 votos para deputado em Lajeado, então é dever ‘cobrar’ dele.

Trânsito

O vereador Eder Spohr (MDB) usou seu espaço de fala na tribuna para abordar os riscos da rótula do Bairro Floresta. Segundo ele, ainda pode haver uma tragédia no local. “Se passaram os primeiros quatro anos da nossa legislatura e do Prefeito Marcelo Caumo e nada foi feito. Ano passado aconteceu diversos acidentes. Quem conhece ali sabe que a cada dia está perto de acontecer uma tragédia. É de extrema importância que a gente tenha uma solução”, ressaltou.

Já Adriano Rosa (PSB) comentou sobre o trânsito do entroncamento da BRF. Segundo o vereador, é o local mais perigoso de acidentes. “Na semana passada houve um acidente entre um ônibus e um caminhão e quase aconteceu uma desgraça. Faz 15 anos que eu venho pedindo para vereadores para colocar redutor de velocidade e até hoje ninguém fez nada. Já presenciei mortes naquele entroncamento. Enquanto não sai essa rótula, por que não colocam redutor de velocidade ou lombada?”, questionou.

Projeto adiado

Na sessão desta terça-feira somente um projeto estava em votação, o de autoria da vereadora Ana Rita Azambuja (MDB), a Ana da Apama. A proposta visa regulamentar a instalação e o uso de extensão temporária de passeio público, denominada “parklet”. Contudo, a votação foi adiada, já que o vereador Lorival Silveira pediu vista ao projeto.

Ana também apresentou seu terceiro projeto ao legislativo. A proposta busca proibir a utilização de fogos de artifício e explosivos, assim como de quaisquer artefatos pirotécnicos de efeito sonoro ruidoso, permitindo somente a utilização desses artefatos sem estampido (silenciosos). Segundo a parlamentar, embora sua bandeira seja a causa animal, este projeto também é pensado nas pessoas. “Os autistas são os que mais sofrem com esse barulho porque causa um medo muito grande. Idosos e crianças de um modo geral. Gostaria que esta casa avaliasse o grande problema que nós temos em relação a soltura dos fogos. Os animais muitos fogem e são atropelados, animais silvestres também sofrem e isso mexe com nossa fauna”, explicou.

Texto: Caroline Silva

jornalismo@independente.com.br

1 comentário

  1. Parabéns a vereadora Ana Rita o projeto que proíbe venda e utilização de fogos de artifício com estampido vem ao encontro de 99% da população pois naõ conheço ninguém que goste de estouros de foguetes a não ser o dono da loja de fogos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui