VÍDEO: Árbitro agredido em Venâncio Aires recebe alta hospitalar

Após o ato, o jogador foi encaminhado até a delegacia do município, onde teve a prisão em flagrante decretada.


1

Na manhã desta terça-feira (5), o árbitro Rodrigo Crivellaro recebeu alta hospitalar. Ele foi agredido na noite desta segunda-feira (4), pelo atleta William Ribeiro, do São Paulo de Rio Grande, durante uma partida contra a equipe de Guarani de Venâncio, disputada em Venâncio Aires. Após o ato, o jogador foi encaminhado até a delegacia do município, onde teve a prisão em flagrante decretada.

Crivellaro permaneceu em observação durante a madrugada e deixou a casa de saúde em uma cadeira de rodas e um colar cervical por precaução. A vítima deve retornar para Santa Maria na parte da tarde, junto com a arbitragem substituta, após a retomada da partida. “Fico satisfeito que o árbitro passa bem, mas nós poderíamos ter um desfecho muito diferente em decorrência desta conduta impensada e absolutamente repudiada por nós”, conclui o delegado titular da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento, Vinícius Lourenço de Assunção.

Conforme informado pela Federação Gaúcha de Futebol, o jogo entre Guarani e São Paulo será finalizado nesta terça, às 15h30, no Estádio Edmundo Feix. A partida prosseguirá a partir dos 14 minutos do segundo tempo, quando houve a paralisação no momento em que árbitro acabou agredido pelo jogador do São Paulo. O Guarani estava vencendo por 1 a 0

NOTA OFICIAL DA FGF

A Federação Gaúcha de Futebol lamenta a agressão contra o árbitro Rodrigo Crivellaro, feita pelo jogador William Ribeiro, no jogo entre Guarani e São Paulo, no Estádio Edmundo Feix, em Venâncio Aires, pela 12ª rodada do Gauchão Série A2. A FGF deseja pronta recuperação a Rodrigo Crivellaro. O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RS) irá averiguar os fatos e tratar das respectivas sanções. A partida foi suspensa, e mais informações sobre a sua continuidade serão divulgadas em breve.

Texto: Artur Dullius
reporter@independente.com.br


1 comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui