Vídeo de ‘ataque’ de barata em bar em Porto Alegre viraliza


0

O desenvolvedor mobile Bruno Stracke, de 31 anos, passou por um susto em um bar, no Centro Histórico de Porto Alegre, na última segunda-feira (11). Ele foi ‘atacado’ por uma barata, enquanto conversava com uma amiga, em uma das mesas que ficam na calçada do estabelecimento. “Quando eu vi, tinha uma barata na minha perna, tentei espantar ela, não vi mais a barata. Minha amiga apontou pro meu ombro e ela estava no meu ombro. Me apavorei, eu tenho nojo. Comecei a surtar, gritar, fazer escândalo, todo mundo do bar riu”, conta.

Bruno publicou o vídeo do momento nas redes sociais. O post viralizou e já tem cerca de 120 mil curtidas.

O desenvolvedor c onta que é frequentador do bar há anos e, por ser amigo do dono, pediu o vídeo das câmeras de segurança do local. “Acabei de sofrer um ataque de uma barata. Estou horrorizado. Traumatizado. Agora vim passar vergonha aqui também”, escreveu na publicação no Twitter.

“Eu não imaginava que uma barata ia ter tanta repercussão. O problema ali não é o bar, tem um bueiro atrás de mim que está quebrado. O bar é super limpo, eu confio e frequento há anos”, diz.

Ele conta que depois do incidente, outro cliente tentou assustá-lo com um porquinho da índia e uma mulher também foi atacada por uma barata.

“Logo depois que eu surtei e tive um chilique por causa da barata, um cara que estava sentado na mesa do lado tentou me assustar com um porquinho da índia, que ele tirou não sei da onde. Da mesma forma que surgiu, sumiu, sei lá se estava na mochila do cara. De repente um monte de barata correndo. Quem tinha coragem matou algumas”.

Ao g1, o bar onde aconteceu o episódio disse que não é algo comum. “Não é muito comum mas o ocorrido foi mesmo por causa do bueiro quebrado”.

O Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE) informou que são realizadas limpezas periódicas dos bueiros e redes de esgoto e que nas proximidades do bar, desde o início do ano foram registradas apenas três demandas desse serviço.

“Quanto à informação de tampa quebrada, o departamento irá programar vistoria no local para providenciar a substituição e orienta que as demandas da população sejam registradas pelo sistema 156 para que possam ser atendidas”.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui