Vítima de incêndio em centro de dependentes químicos em Carazinho teria alta nesta sexta

Titular da pasta de Assistência Social diz que paciente estava internado há seis meses. Fogo atingiu Centro de Tratamento e Apoio a Dependentes Químicos (Cetrat) por volta de 23h de quinta (23). Onze pessoas morreram


0

Além da Polícia Civil, o Instituto-Geral de Perícias se deslocou até o local para realizar os levantamentos necessários, os quais irão auxiliar na investigação da tragédia que atingiu um centro de tratamento para dependentes químicos em Carazinho, no Norte do Rio Grande do Sul, na noite de quinta-feira (23). Uma delas, que era morador de Vila Lângaro, a 75 km da cidade, teria alta nesta sexta-feira (24), conforme o secretário de Assistência Social do município, Douglas Biasotto.

”Ele estava há seis meses internado para tratamento e ia voltar. Na verdade, ia dar alta no dia de hoje. O pessoal ia buscar ele hoje. A família está bem abalada”, diz.

A informação foi confirmada ao g1 pelo diretor do Centro de Tratamento e Apoio a Dependentes Químicos (Cetrat). Conforme Edilson Batista de Oliveira, um veículo do município.

“Quando a prefeitura [de Vila Lângaro] chegou com o carro aqui, se deparou com o incêndio”, conta. As vítimas eram todas homens. Um deles era monitor do Centro de Tratamento e Apoio a Dependentes Químicos (Cetrat) e 10 eram pacientes.

Duas pessoas foram levadas para atendimento médico, sendo que uma delas está em estado grave e uma estável. Outras duas conseguiram sair do local sem ferimentos.

O diretor do Cetrat disse que a maioria das vítimas era de outras cidades da região. Apenas duas, incluindo o monitor, eram de Carazinho, segundo a prefeitura da cidade. Os corpos foram encaminhados ao IML para identificação, na manhã desta sexta (24).

De acordo com a rádio Gazeta de Carazinho os mortos foram identificados como:

– Deive da Silva (Santa Cruz do Sul);

– Avelino Timm (Campos Borges);

– Adair José Langaro Nascimento (Vila Langaro);

– Cesar Dutra de Andrade (Espumoso);

– Gilberto Almeida de Oliveira;

– Luciano Serafim Lemos (Carazinho);

– Gilberto Soares dos Santos (Não-Me-Toque);

– Luiz Eduardo Ribeiro (Santa Cruz do Sul);

– Oscar Duranti (Constantina);

– Sebastião dos Santos (Alto Alegre);

– Idemar dos Reis (Carazinho).

Fonte: G1/Diário da Manhã

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui