Vítimas de estelionato repassam dinheiro imaginando ser pedido de seus filhos

Em ambas situações os golpistas disseram aos alvos que teriam trocado de número e usavam as fotos que remetiam aos filhos das vítimas


0
Foto: Divulgação

Dois casos de estelionato foram registrados nesta quinta-feira (9), em Lajeado e Cruzeiro do Sul. As duas vítimas imaginavam estar falando com seus filhos pelo aplicativo WhatsApp.

Em ambas situações os golpistas disseram aos alvos que teriam trocado de número e usavam as fotos que remetiam aos filhos das vítimas.

O primeiro caso ocorreu no Bairro São Cristóvão, em Lajeado, quando a mulher de 56 anos fez duas transferências via pix de R$ 2.950 e de R$ 2.500. O segundo fato se passou em Cruzeiro do Sul, quando uma moradora do Bairro Bom Fim fez um pix de R$ 2.980 e uma TED de R$ 8.570.

Nos dois casos, depois do terceiro pedido, os alvos desconfiaram se tratar de golpe, fazendo contato com seus filhos, tendo confirmado os crimes e procurado a Polícia Civil. MS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui