Você gosta de deixar as coisas para depois?

Comportamento procrastinador gera frustração e sensação de derrota


0
Imagem ilustrativa (Foto: Divulgação)

Amanhã eu faço. Segunda eu começo a dieta. Mês que vem vou iniciar na academia. E ano que vem quero começar a guardar algum dinheiro.

Deixar para depois, postergar, ou, para usar a palavra da moda, procrastinar. Uma das características mais presentes no momento que vivemos. Escuto diariamente na clínica pessoas reclamando de si mesmas por adiarem suas tarefas ou seus projetos pessoais.
O que há por detrás da procrastinação? Eu diria que muitas coisas, e como tudo que se trata de ser humano, não existe uma explicação simples ou única. Cada um tem que se confrontar consigo para tentar compreender qual é a sua.


ouça o comentário


 

Tem o procrastinador que preza tanto pelo resultado perfeito, que acaba se perdendo no caminho. Para esse, a simples ideia de não ser o melhor é aterrorizante, e por isso ele acaba encontrando desculpas que preservam sua suposta integridade. Tem aquele que talvez não suporte a ideia de se destacar e vencer, então sempre recua, porque não “chegar lá” o mantém protegido. E tem também o tipo que no trabalho consegue cumprir suas atividades à risca, mas quando se trata de fazer algo para si, no âmbito pessoal, ele trava.

O que parece haver de comum entre os procrastinadores é que ao não conseguirem realizar a ação, passam a se cobrar e se sentir desanimados, derrotados, entrando naquele movimento circular que sempre leva de volta à origem, ou seja, não se sai do lugar.

Esse comportamento, como qualquer sintoma, está ali como uma defesa contra algo muito ameaçador. Portanto, se você se identificou com o que acabou de ler, sugiro que procure descobrir o que se esconde nas suas raízes e encontre uma maneira de movimentá-las. Às vezes, é preciso mexer nas estruturas para encontrar algo de novo.

Envie sua sugestão de tema para o quadro pelas redes sociais, no Instagram, no @tamara.terapia, e no Facebook, na página Psicóloga Tamara Bischoff.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui