Volta às aulas: municípios da região alta do Vale do Taquari devem seguir calendário do governo do RS

Secretária de Educação de Encantado, Greicy Weschenfelder fala sobre resultados do Ideb do município e o temor do retorno às salas de aula em função da pandemia.


0
Greicy Weschenfelder (Foto: Jonas de Siqueira)

A secretária de Educação de Encantado, Greicy Weschenfelder, comentou os resultados do município no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

O indicador é calculado a partir da taxa de rendimento escolar (aprovação) e médias de desempenho nos exames aplicados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O resultado referente ao ano de 2019 foi divulgado no último dia 15 de setembro.


ouça a entrevista

 


As séries iniciais do ensino fundamental tiveram aumento e atingiram a meta esperada em Encantado. Na rede municipal, do 4º ao 5º anos do Ensino Fundamental, houve melhora de 6,6 para 7,3 (+0,7), superando a meta de 6,4. Já nos anos finais do Ensino Fundamental (8º e 9º anos), a alta foi de 5,7 de 2017 para 5,8 em 2019. Apesar da melhoria de 0,7, não foi ultrapassada a meta de 6,0 estabelecida.

Na rede estadual, as variações foram menores, e Encantado superou as metas do 4º ao 5º anos do Ensino Fundamental e no 3º ano do Ensino Médio, e ficou abaixo no 8º e 9º anos do Ensino Fundamental.

Greicy valoriza os dados positivos, mas expõe uma preocupação com uma eventual queda nos indicadores, afetados pela paralisação gerada pela pandemia de coronavírus. “A aula presencial, sem dúvidas faz toda a diferença no modelo didático. Então, a gente vai sofrer consequência disso.”

“Cada município está tentando se adaptar da melhor maneira possível, mas eu acredito que houve perdas, estão havendo perdas e ano que vem a gente vai conseguir medir isso. Certamente, o que todo mundo está fazendo agora é mitigar os prejuízos, tentar fazer com que não sejam tão significativos e não comprometam tanto”, comenta.

Volta às aulas em Encantado

“A gente, por mais que se prepare, estamos ansiosos se daqui a pouco não vai ter um surto, se não vai ter casos. Ninguém está livre disso”, observa a secretária de Educação de Encantado.

Conforme Greicy Weschenfelder, os municípios da região alta do Vale do Taquari, entre eles Roca Sales, Muçum, Vespasiano Correia e Doutor Ricardo, vão seguir a tendência de calendário proposta pelo estado, que dá conta do dia 28 de outubro para séries finais e 12 de novembro para series iniciais e educação infantil. “Volto a dizer, é uma previsão, uma tendência”, pondera.

Para a secretária, o período “dá tempo para a gente ir se preparando”. “Estamos já com os planos de contingência já enviados” para analises dos técnicos do estado. “A ansiedade toma conta, as pessoas têm medo dessa volta”, admite.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui