Westfália avança na vacinação contra a covid-19

Unidade Básica de Saúde orienta sobre as próximas etapas de imunização


0
Foto: Divulgação

Nesta semana, a Unidade Básica de Saúde (UBS) de Westfália divulgou orientações para as próximas etapas de vacinação contra a covid-19. Inclusão de adolescentes e aplicação de doses de reforço para idosos com 70 anos de idade ou mais e imunossuprimidos são alguns dos avanços, sempre seguindo as orientações dos órgãos de saúde.

Para idosos com 70 anos de idade ou mais, a UBS está agendando a data de vacinação por telefone, observando o intervalo de seis meses depois da aplicação da segunda dose. Independentemente do laboratório da vacina, este prazo deve ser respeitado. Portanto, a vacina não será aplicada sem agendamento prévio.

No caso dos imunossuprimidos, a dose de reforço também deve ser aplicada, entretanto num intervalo de 28 dias após a segunda dose. Enquadram-se neste público-alvo: pacientes em quimioterapia, transplantados de órgão ou de medula, pessoas vivendo com HIV (atestado do SAE), pessoas em uso de medicações imunossupressoras, e pessoas com imunodeficiências primárias. Para este grupo, a dose de reforço volta-se a pessoas com 18 anos de idade ou mais. Munícipes que integram este público devem deixar o nome na recepção da UBS para agendamento.

Adolescentes de 17 anos, por sua vez, puderam se vacinar contra a covid-19 na tarde desta sexta-feira (17). A Sala de Vacinas esteve aberta das 13 às 16 horas para esta finalidade. Na medida que a imunização avançar para este público, a divulgação será feita pelas redes sociais oficiais da Prefeitura Municipal.

A técnica em enfermagem Ana Paula Goldmeyer, que atua junto à UBS de Westfália, faz um pedido especial para que os munícipes façam a segunda dose da vacina. “Os frascos, após abertos, têm validade de horas. Por isso, quando o munícipe for contatado para a segunda dose, é fundamental que ele venha na data e horário solicitados. Não podemos perder doses, de forma alguma. Nesse sentido, pedimos a colaboração da comunidade”, observou ela, reforçando que uma dose não é suficiente para a prevenção, é preciso completar a vacinação.

Sobre a importância da dose de reforço para idosos com 70 anos de idade ou mais e imunossuprimidos, Ana Paula lembra que são estudos científicos que indicam a necessidade. “Estes públicos estão nos grupos mais atingidos durante a pandemia. Por isso, a dose de reforço precisa ser administrada”, pontuou. A técnica em enfermagem ainda lembra que a dose de reforço de todos será com a vacina Pfizer e aqueles que fizeram a dose única, nos grupo acima indicados, também precisam fazê-la.

Em caso de dúvidas sobre a vacinação contra a Covid-19, vá até o Posto de Saúde ou ligue (51) 3762-4312.

Primeira dose para munícipes com 18 anos de idade ou mais

A partir de agora, munícipes com 18 anos de idade ou mais, que ainda não tenham feito a primeira dose da vacina, devem deixar o nome na lista de espera junto à recepção da UBS. Conforme houver disponibilidade de vacinas, os munícipes serão chamados e devem comparecer na data agendada.

Durabilidade das doses

Após aberto o frasco, as doses precisam ser aplicadas dentro do prazo para alcançarem o efeito desejado:

* Pfizer: 6 doses por frasco – durabilidade de 6 horas;

* Coronavac: 10 doses por frasco – durabilidade de 8 horas;

* Astrazeneca: 5 doses por frasco – durabilidade de 48 horas;

* Astrazeneca: 10 doses por frasco – durabilidade de 8 horas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui