WhatsApp tem multa recorde de US$ 266 milhões por violar lei de proteção de dados na União Europeia 

Porta-voz do WhatsApp afirma que multa é desproporcional e que vai recorrer da decisão


0
App do WhatsApp (Foto: Ilustrativa / Divulgação)

O WhatsApp foi condenado a pagar uma multa de € 225 milhões (o equivalente a US$ 266 milhões) por falta de transparência em como lida com informações pessoais de seus usuários. É a primeira multa sob a nova lei de proteção de dados da União Europeia.

A Comissão Irlandesa de Proteção de Dados — principal órgão europeu que fiscaliza a privacidade de usuários de empresas de base tecnológica — disse ter identificado violações na maneira como o WhatsApp explicava como processava os dados de usuários e mesmo não usuários. Também encontrou problemas em como essas informações eram compartilhadas entre o WhatsApp e outras companhias que pertencem ao mesmo grupo do Facebook.

O caso se refere a práticas adotadas em 2018. A punição foi aplicada semanas depois que a Amazon foi alvo de multa recorde de € 746 milhões (cerca de US$ 882 milhões) em Luxemburgo, onde fica a base europeia da gigante americana, por processar dados pessoais sem respeito ao Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) da UE.

Fonte: O Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui