Após ajudar a salvar esposa com doações de sangue, morador de Lajeado ajuda pessoas a viabilizarem doações há sete anos

Em 2023, Jovani Barossi (35) conseguiu intermediar 794 pessoas para doação


0
Foto: Arquivo pessoal / Divulgação

Após ajudar a salvar a própria esposa com doações de sangue, um morador de Lajeado segue ajudando pessoas a viabilizar doações há pelo menos sete anos após realizar promessa. Jovani Barossi (35) realizou, em 2017, uma promessa de ajudar pessoas com necessidade de receber doação de sangue após sua companheira, Neuza Maria de Miranda (51), ser diagnosticada com três cânceres — intestino, útero e ovário — e necessitar de 70 doadores.


ouça a reportagem

 


Após ela se salvar, Barossi iniciou o trabalho voluntário de parceria com o banco de sangue do Vale do Taquari, o Hemovale, localizado no Hospital Bruno Born de Lajeado. Ele centraliza pedidos de doações de sangue de pessoas dos municípios da região. O trabalho já vem sendo executado há pelo menos sete anos. Na temporada de 2023, foram intermediadas 794 pessoas para a doação.

Foto: Marcelo Cardoso

Jovani é natural da cidade de Muçum, é primo do prefeito Mateus Trojan, mas reside em Lajeado. Ele criou na rede social Facebook o grupo “Jovani e doares de sangue”, onde centraliza as informações e necessidades. O contato para informações é (51) 9 9997-1920.

Na tarde desta terça-feira (16), a reportagem da Rádio Independente conversou com o voluntário que externou as informações e se colocou à disposição da comunidade que necessitar doação de sangue.

“Queremos ser multiplicadores, ou seja, voluntários responsáveis por disseminar a importância da doação de sangue na região. Gosto muito desse trabalho voluntário e estou sempre divulgando no grupo do Facebook”, cita ele.

Texto: Marcelo Cardoso
jornalismo@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui