Entulho das enchentes começa a ser recolhido em Lajeado

Remoção das cerca de dez mil toneladas de lixo deve durar três semanas


0
Foto: Luís Fernando Wagner

Os resíduos das enchentes históricas de setembro e novembro de 2023 que foram armazenados no Aterro Sanitário, no Bairro Conventos, começaram a ser removidos nesta quinta-feira (01) em Lajeado. No local, o lixo foi separado a fim de evitar contaminações.

Jorge de Freitas, o “Tacha” (Foto: Luís Fernando Wagner)

Agora, o Governo do Estado iniciou o recolhimento e destinação dos resíduos, que ocorrerá em todos os municípios atingidos pelas cheias. O material será levado para o Aterro Sanitário de Minas do Leão. “São cerca de 10 mil toneladas de lixo. Para o serviço, a empresa responsável destinou mais de 30 caminhões e duas retroescavadeiras”, comenta o coordenador do Aterro Sanitário Jorge de Freitas, o Tacha.

O serviço ocorre em dois turnos: das 6h ao meio-dia e do meio-dia às 18h. As sábados, das 6h às 12h. “A viajem até Minas do leão dura 3h para ir e outras 3h para voltar. Por isso, os motoristas se revezam no transporte escalonadamente”, explica Tacha. O coordenador estima que o serviço deve durar cerca de três semanas. Os custos do translado dos entulhos fica por conta do governo do estado.

Os municípios contemplados com o recolhimento dos entulhos são: Muçum, Encantado, Colinas, Arroio do Meio, Roca Sales, Estrela, Cruzeiro do Sul, Lajeado e Santa Tereza. A execução do transporte está a cargo da Companhia Riograndense de Valorização de Resíduos (CRVR), responsável pela operação do aterro de Minas do Leão.

Luís Fernando Wagner

noticias@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui