Musk questiona Alexandre de Moraes por censura no Brasil, diz que vai liberar restrições no X e que rede social pode ser fechada no país

"Este juiz [Moraes] aplicou multas pesadas, ameaçou prender nossos funcionários e cortou o acesso ao X no Brasil", reclamou o bilionário


0

O bilionário Elon Musk, dono da rede social X (antigo Twitter) e presidente-executivo da Tesla, questionou o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), em publicações na plataforma e insinuou fechar o escritório da rede no Brasil por conta da censura do Estado à liberdade de expressão.

O ministro é autor de uma série de despachos que suspenderam perfis, nas redes sociais (entre elas o X), de investigados por suposta disseminação de desinformação e ataques às urnas eletrônicas.

Musk apontou “censura agressiva [que] parece violar a lei e a vontade do povo do Brasil”. Ele fez o comentário compartilhando uma sequência de publicações do jornalista norte-americano Michael Shellenberger com o título “Twitter Files Brasil”.

Nas publicações, Shellenberger afirma que “o Brasil está envolvido em um caso de ampla repressão da liberdade de expressão” liderada por Moraes. O jornalista, com base nos e-mails, afirma que Moraes exigiu ilegalmente que o Twitter revelasse detalhes pessoais de usuários do Twitter.

O empresário, que se descreve como um “absolutista da liberdade de expressão”, diz que está retirando todas as restrições de contas no X determinadas pelo Judiciário brasileiro. “Este juiz [Moraes] aplicou multas pesadas, ameaçou prender nossos funcionários e cortou o acesso ao X no Brasil”.

Fonte: UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui