Novo aterro sanitário de Lajeado deve ter separação automática de resíduos e geração de valor agregado

O município recicla cerca de 5%, e a ideia é promover o beneficiamento de quase 100%


2
Secretário Luiz Benoitt, do Meio Ambiente (Foto: Tiago Silva)

O secretário de Meio Ambiente de Lajeado, Luiz Benoitt, detalhou os planos da Prefeitura de Lajeado para o tratamento de lixo na cidade em entrevista ao programa Troca de Ideias desta quarta-feira (18). Conforme ele, a ideia é nos próximos 60 dias liberar o edital sobre a concessão da implantação, execução e operacionalização da central de tratamento de resíduos sólidos, o aterro sanitário do Bairro Conventos, e até dezembro ter a empresa terceirizada para o serviço selecionada.

Benoitt destaca que Lajeado tem um elevado custo para gerenciar as 65 toneladas de lixo que chegam ao local diariamente. O valor supera os R$ 3 milhões anuais para fazermos a gestão do portão para dentro, ou seja, sem a coleta, explica.

Na visão do secretário, apesar do alto valor, o município não tem um resultado ambientalmente positivo. Na licitação, Lajeado quer baixar este custo (foi estipulado o valor máximo de referência de R$ 250 por tonelada) e possibilitar também a produção de alguns recursos que irão dar um retorno financeiro. O município recicla cerca de 5%, e a ideia é promover o beneficiamento de quase 100%.

Benoitt ressalta que o atual aterro sanitário não tem possibilidade de expansão, com vida útil estimada em mais sete meses. Para um novo, o município adquiriu, em 2017, uma área de 2,5 hectares para essa ampliação, perto do atual aterro. Os investimentos necessários para a nova célula são estimados em R$ 8 milhões pelo secretário de Meio Ambiente.

Apesar de Lajeado ter coleta seletiva, há muito lixo misturado, reconhece Benoitt. A triagem é feita de modo manual atualmente. Para a nova célula, o secretário compartilha ideia de um aterro sanitário moderno, com separação automática, ambientalmente mais correto e com geração de produtos com valor agregado.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

2 Comentários

  1. Excelente reportagem. EXcelente resposta para sociedade, se. Secretário. Uma cidade como Lajeado, está mais que na hora de receber maquinários em prol do lixo reciclado e um novo lugar para receber as toneladas diárias de lixo… Deixando aqui uma mera sugestão, educar a sociedade mais e mais na separa de lixo, porém aqueles que vivem e recolhem o lixo, precisam entender sobre limpeza urbana, deixam reviradas e totalmente bagunçadas seu entorno , por revistarem o lixo atrás do reciclável. Obrigada ao excelente trabalho da prefeitura.

  2. Louvável iniciativa.
    Seria interessante usar container de lixeiras nas ruas como em POA RS.ou então uma única lixeira em cada lado da quadra com as devidas separações.
    Lixeiras fechadas sem expor os recipientes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui