Polícia descarta motivação política para assassinato de diretor da Prefeitura de Cachoeirinha


1
Foto: Divulgação

A Polícia Civil descarta ligação do assassinato do diretor de serviços urbanos de Cachoeirinha com a situação política da cidade da Região Metropolitana de Porto Alegre.

Marcio Adriano Azeredo de Almeida, 37 anos, foi morto a tiros ao chegar para trabalhar na manhã desta quarta-feira (5).

A atual gestão é alvo de críticas por parte dos servidores municipais desde que assumiu a administração, no início de janeiro. Apesar da situação, o delegado Newton Martins descarta motivação política para o crime e crê em ligação com o tráfico de drogas.

Fonte: G1 RS

1 comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui