Prefeitura trabalha na retirada de 98 eucaliptos do Parque dos Dick, em Lajeado

Madeira deverá ser comercializada para custear o serviço e melhorias no local.


0
Madeira fica depositada no próprio parque. (Fotos: Nícolas Horn)

A prefeitura de Lajeado iniciou a extração de 98 eucaliptos do Parque Professor Theobaldo Dick na última segunda-feira (3). A medida cumpre o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado perante o Ministério Público Estadual (MPE), em razão do risco de queda das árvores que se encontram com seu estado fitossanitário comprometido. A previsão é que o trabalho dure mais de dois meses.

Corte é feito com cuidado para não danificar outras plantas.

Conforme o diretor do Departamento de Agricultura Adi Cerutti, o material deverá ser comercializado pela prefeitura. “Nós estamos cortando em toras dentro dos padrões comerciais de 5,70m e depositando dentro do parque. Não há interesse da prefeitura ficar com a madeira e deveremos fazer um leilão público ou algo do tipo para custear o serviço e promover melhoras no parque”, informa.

Diretor do Departamento de Agricultura Adi Cerutti

O serviço inicia com os eucaliptos que oferecem maior perigo para a população. A equipe do departamento de agricultura em conjunto com guinchos terceirizados realizam a retirada das árvores. O diretor destaca que o trabalho é realizado de forma que minimize os danos ao meio ambiente.

“Nós tivemos vários contatos com madeireiras, mas a retirada seria deles. Um simples corte e derrubada no mato, o que causaria um grande impacto ambiental. Por isso o uso de guinchos no serviço”

Ouça a entrevista


O corte do eucalipto não exige o replantio, mas serão plantadas 60 novas mudas de palmito no parque. A quantidade de árvores retiradas, calcula Cerutti, resulta de 600 a 700 metros cúbicos de madeira. O metro cúbico da tora de eucalipto vermelho custa entre R$ 180 e R$ 200. NH

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui