Acusado de racismo, vereador de Roca Sales pede vista do pedido de cassação que tem contra si

Antônio Valesan, o Pegari (PTB), disse em dezembro que serviço deveria ser “de gente branca”


0
Declaração foi dada na sessão da Câmara de Vereadores de Roca Sales de 4 de dezembro (Foto: Reprodução)

Na primeira sessão da Câmara de Vereadores de Roca Sales de 2024, nesta segunda-feira (5), o vereador Antônio Valesan, o Pegari (PTB), pediu vista da denúncia com pedido de cassação do seu mandato por fala racista no em dezembro do ano passado. Desta forma, a denúncia deverá voltar à pauta nas próximas sessões.

O pedido partiu de uma moradora e foi lido na sessão do dia 21 de dezembro, após o parlamentar se manifestar na tribuna da casa, dia 4 do mesmo mês, reclamando do recolhimento de entulhos e retirada de pedras em determinado ponto da cidade, executado por uma empresa terceirizada, ainda por consequência das enchentes de 2023. Na ocasião ele disse que “se isso continuar e não tiver um trabalho de gente branca”, ele iria embargar o serviço.

Posteriormente, o vereador enviou uma nota, chamada de carta aberta à comunidade, se desculpando. No texto, ele reconheceu o erro e pediu desculpa pelo fato. “Palavras ditas não podem ser apagadas, mas quando equivocadas, precisam ser retratadas publicamente e urgentemente, com humildade em reconhecimento ao erro”, disse à época.

Sobre o assunto, o vereador Paulo Ricardo Gonçalves (MDB) também solicita a instalação de uma Comissão Especial para analisar a postura do parlamentar.

Leia também:

Texto: Ricardo Sander
ricardosander@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui